sábado, 17 de abril de 2010

Classificação GP da China: status quo

Vettel mostra o nº 1, mas deveria mostrar o nº quatro...

Segundo o Wikipedia, "Statu quo (da expressão in statu quo res erant ante bellum) é uma expressão latina que designa o estado atual das coisas, seja em que momento for. Na generalidade das vezes em que é utilizada, a expressão aparece como 'manter o statu quo', 'defender o statu quo' ou, ao contrário, 'mudar o statu quo'.

O estado atual das coisas na F1 não mudaria de uma prova para outra antes da temporada europeia. Assim como ocorreu com a Brawn GP ano passado, a Red Bull dominou até com certa facilidade a primeira fase do campeonato de 2010.

Não houve um elemento-chave que pudesse causar uma mudança do status quo. O duto aerodinâmico da McLaren foi novidade no Bahrein, mas na quarta corrida já cheira a coisa velha, com naftalina e tudo.

Acontece que a mídia deu muita atenção ao F-duct, o que acabou desviando o olhar de todos a Lewis Hamilton. E o que houve nos treinos do GP da China? O campeão de 2008, além de perder a pole, ainda larga atrás do campeão de 2009, o sempre discreto e ultra-eficiente Jenson Button.

Como dito no post abaixo sobre o que esperar para o GP da China, o carro a ser batido era a Red Bull. E a equipe não contradisse essa afirmação, pois, embora discreta nos treinos livres, no Q1 e no Q2, quando chegou a hora, enterraram as chances de Ferrari, McLaren e Mercedes.

E este jornalista mantém sua posição. Se a "Luscious Liz" não estiver de TPM, Vettel dispara para sua segunda vitória consecutiva, que deveria ser, sempre é bom lembrar, o QUARTO triunfo do alemãozinho, não fossem os caprichos de uma senhorita danada de temperamental.

Coisas da F1...

2 comentários:

Daniel Médici disse...

Essa superexposição da McLaren e seus dutos talvez, por um lado, tenha desviado a atenção da questão dos pneus (sempre sobredeterminantes) e, por outro, talvez tenha também desviado a atenção de outro fato consumado: que o Button tende a se adaptar melhor aos carros atuais que o Hamilton.

Afinal, o Button sempre gostou mais de pilotar com understeer, o que a redução do tamanho dos pneus dianteiros tem favorecido.

Strider disse...

Concordo com o amigo aí em cima. Até a Ferrari desenvolveu um sistema semelhante de dutos, que chamou a atenção por alguns breves instantes, mas até agora não provou que serve para muita coisa.

Abraço camarada, visita o meu blog http://minimaniaf1.blogspot.com